Camila Freitas

camila

Um pouco da minha trajetória para que você me conheça melhor…

Meu interesse pela nutrição veio da vontade de trabalhar com pessoas e ajudá-las a terem uma vida melhor.

Em 2001 me formei pela Universidade de São Paulo (USP) e ainda na faculdade me encantei pela NUTRIÇÃO ESPORTIVA. Logo fui procurar um dos professores mais conceituados na área e fiz estágio e iniciação científica na Escola de Educação Física e Esportes da USP.  Trabalhei no PA Club, área de qualidade de vida do Grupo Pão de Açúcar, no Instituto Vita, clínica referência em reabilitação a atletas profissionais e amadores e nas academias Reebok, nas quais coordenei a área de Nutrição.

Em 2011 tive a Luiza (sou mãe também da Laura e do Tiago) e com a nascimento da minha primeira filha veio também a paixão pela NUTRIÇÃO INFANTIL. Amamentação, introdução alimentar, incentivo ao consumo de alimentos desconhecidos… Essa imersão nesse maravilhoso mundo novo tem me encantado a cada dia e me mostrado que é possível colocar a teoria na prática através de uma educação nutricional com absoluto respeito à criança.

Com a maternidade me tornei ainda mais empática e ampliei meu olhar sobre o outro. Cada vez mais me questionava sobre a forma enrijecida da nutrição clássica que considera o ato de comer como uma decisão racional através da prescrição de dietas, ignorando aspectos emocionais, culturais e sociais. Encontrei na NUTRIÇÃO COMPORTAMENTAL apoio técnico para meus anseios e pude colocar em prática os aprendizados da pós-graduação em Gastronomia.

Na mídia já fiz alguns trabalhos que me orgulho bastante, dos quais destaco o Mudar Faz Bem e Quando Tudo Começa, ambos no Discovery Home & Health, sendo o último feito em parceria com a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, além de participações no Bem Estar, da Rede Globo.

Tive o prazer de trabalhar na Casa Moara, clinica referência em humanização do parto, enquanto uma querida amiga tirava licença maternidade.

Atualmente trabalho numa escola de educação infantil incrível, a Escola Arapoti, e faço um trabalho de educação nutricional que se inicia na horta e termina na mesa, que me faz mais feliz a cada dia. Ver o encantamento das crianças durante as aulas de culinária é fascinante.

Atuo também nos consultórios de São Paulo e Alphaville, ajudando crianças e adolescentes no processo de educação alimentar, além de adultos que queiram entender o papel da comida em suas vidas e que busquem uma vida mais harmônica.